(In)definições

“O amor é um sonho solar, mas uma realidade nocturna.”
by Julia Kristeva in Sole Nero evocando o encontro trágico-romântico entre Romeu e Julieta no mais citado romance de Shakespeare.

Advertisements

3 thoughts on “(In)definições

  1. Se optássemos por encarar a citação de uma forma literal – para o que facilita a sua descontextualização – seria bem possível que as insónias não fossem derivadas de um nariz entupido…Mas o que a Julia Kristeva pretende focar é a dimensão romântica do encontro entre duas pessoas, que adquire uma aura especial quando enquadrado por dimensões trágicas. Poderiam ser referidos outros exemplos de como os maiores romances da literatura (e da História, como Napoleão e Josefina – lembras-te dos rouxinóis? lol), ou pelo menos os mais citados, tendem para acabar de modo semelhante, mas o breve encontro de Romeu e Julieta é provavelmente o mais presente no imaginário comum. Esta tendência para dramatizar o amor está bem enraízada na literatura e no imaginário social, pelo que de alguma forma perdurou até aos nossos dias, muito embora as reacções dos realistas…Nesta frase a associação entre sol, dia e sonho, possibilidade, e a sua contraposição a lua, noite e realidade (que naquele caso era a impossibilidade de consumação do amor, perante o confronto presente entre as famílias de ambos), não é casual. No romance de Shakespeare, Julieta aponta a lua como invejosa (na famosa cena da varanda) enquanto o sol simboliza a reunião de ambos. Uma simbologia que é transportada para caracterizar a dupla-face desta noção romântico-trágica de amor, vivido como um sonho, mas encarado como uma maldição (perante a impossibilidade de consumação). Claro que também há os contos do “…e viveram felizes para sempre”, mas esses é como se entrassem numa dimensão solar eterna com a qual as pessoas não tendem tanto a identificar-se, pelo menos a partir de uma certa idade.De qualquer modo, receio que o mais seguro é um desvio à farmácia antes de vires para casa 😉

  2. Não era suposto estar acordada a estas horas… e muito menos a espreitar a net… mas… não tinha pensado no assunto… será que a minha insónia… é… por amor? :))))))e eu a pensar que era pela constipação:(((

Are you anti-monologue?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s