As galinhas já podem ter dentes

Li hoje numa notícia que cientistas japoneses conseguiram manipular o crescimento de dentes em ratos. Simplificando ao extremo: planta-se uma espécie de “semente” e nasce um dente. O objectivo último destas investigações é permitir fazer crescer órgãos no nosso corpo quando os órgãos originais estiverem incapacitados, eliminando assim a necessidade de transplante. “Último” se eu não estivesse já a imaginar as possibilidades frankensteinianas associadas a esta descoberta: providenciar o corpo com órgãos e características que ele nunca teve nem deveria ter segundo o nosso criador original (seja ele Deus, a Natureza ou o Acaso). Por isso, o tempo em que as galinhas tiverem dentes, se calhar já nem está assim tão distante.

Advertisements

Are you anti-monologue?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s