The paradox of Free

Um rapaz-homem (de seus vinte e qualquer coisa) entra no eléctrico 28 pouco depois da paragem do Jardim da Estrela e recusa-se a pagar:
– Eu nunca pago nos transportes públicos; é pornográfico.

A educação básica não só é gratuita como obrigatória. Mas eu diria que o mau uso que fazemos dela é obsceno.

Advertisements

Are you anti-monologue?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s